Início > .Mosaico, Relação Consciente > OS TRÊS MUNDOS

OS TRÊS MUNDOS

 

 

Boa Tarde Senhores,

 

Primeiramente eu gostaria de pedir perdão pelo texto da semana passada e sua qualidade inferior ao prometido de antemão.

Estou pensando várias vezes antes de escrever qualquer coisa sobre o B. Obama e a ilusão de salvação que ele representa e, devido ao fato de estar meio sem tempo e desinformado sobre política internacional prefiro aguardar um pouco antes de meter malha na política dele e na nossa “sublime” forma de governo democrático.

Qualquer um que tenha lido algum dos meus textos sobre formas de governo ou me escutado em algum debate político sabe que eu não gosto da democracia e não a aconselho em qualquer grupo maior que dez pessoas. Mas isso vai ser assunto para um futuro próximo…

 

Hoje vou continuar com a linha de pensamento sobre pilares e suas representações. Indiretamente falarei um pouco do pilar religioso, na parte que o “religare” propõe religar o homem a si mesmo.

 

Aqui no ocidente aprendemos a ver o homem como corpo e alma, mas o que isso quer dizer? Alma é a mesma coisa que espírito?

Quais as características de cada um deles? De onde nasce essa idéia?

 

Em uma visão resumida e simplificada temos:

O CORPO físico, que é a estrutura e a forma que o contém.

Esse corpo, quando animado, possui uma vida que é a ALMA (anima). Essa vida o possibilita falar, sentir, se comunicar, se relacionar, etc. por tal razão relacionamos a alma à Psique.  

Para além do corpo e da alma encontramos o ESPÍRITO, que é o núcleo da vida, o que o mantém único e indivisível, a centelha divina de cada homem.  

Corpo, Alma e Espírito. Simples assim?

NÃO!

 

Essa simplificação é apenas uma idéia de onde começarmos a estudar e analisar a vida.

Isso me lembra um Coan (conto oriental) que fala em um homem que caminhava pelo deserto sentindo muita sede. Caminha por longas e penosas horas até se encontrar com um monge que parecia conhecer bem o deserto. O sedento homem pergunta ao monge onde pode encontrar água. O homem, então, aponta em uma direção e responde: nessa direção, após vinte oito dunas.

Como todo Coan ele termina assim, sem uma explicação lógica. Mas se analisarmos o conto entendemos facilmente que apenas o fato de saber onde tem água não mataria a sede do homem. Ele teria que trilhar o caminho, passar pelas vinte e oito dunas e beber da água. Somente assim saciaria sua sede.

 

Quando escutamos a explicação de Corpo, Alma e Espírito, estamos apenas recebendo a indicação de onde podemos encontrar água, mas na maioria das vezes começamos a achar que nossa sede já esta saciada por esse saber teórico. Existe uma enorme diferença entre saber qual é o caminho e trilhar o caminho, e essa idéia de Corpo, Alma e Espírito serve unicamente para nos dar consciência de que existe um mundo além daquele que podemos tocar e ver, sentir e sonhar.

 

Uma forma ainda simplificada de vermos o homem é a constituição ternária proposta por Pitágoras. Desta idéia Ternária, tiramos a idéia dos TRÊS MUNDOS, os quais tentarei fazer um resumo:

 

1º Mundo (SOMA)

Na idéia inicial da constituição ternária o SOMA está para além da simples estrutura e forma que compõe o Corpo. O SOMA é a união do Corpo físico e da energia etérica que o da forma, somado a energia Prânica, que diferencia um corpo vivo de um corpo morto.

À Alma caberia o papel de dar sentido a essa animação e não apenas o movimento.

O soma, em sua mais elevada parte, faz uma interseção com a Psique em sua forma mais básica.

 

2º Mundo (PSIQUE)

No mundo psíquico a personalidade humana se completa. Em soma temos corpo e energia que o mantém vivo, em Psique temos as emoções, sentimentos e o mundo mental. Corpo, energia, emoção e mente completam a constituição mais densa do homem.

Aqui já temos um ser humano completo, porém temos de brinde a centelha divina, encontrada no terceiro mundo.

A Psique tem, além de sua interseção com Soma, uma interseção com Nous em sua parte mais básica, fazendo com que o homem vislumbre, em momentos de elevação Psíquica, o que Nous pode apresentar-lhe, como intuições, pensamentos altruístas, inteligência pura e a verdadeira vontade.

Psique representa o trabalho interno e o externo em paralelo, miticamente apresentado em forma de um machado de duplo fio, segurado por um herói.

 

3º Mundo (NOUS)

Espírito. Nous representa a centelha divina puramente. Representa o lado divino do homem e sua capacidade de se ligar à essência universal.

Nous corresponde à Tríade da constituição septenária (Manas, Budhi e Atma). O terceiro mundo nos apresenta a essência universal e o sentimento de eternidade. O Eu imortal e verdadeiro, a sede de transcendência.

 

Somos o terceiro mundo. Estamos o primeiro e segundo mundo. Nous é o nosso EGO SUPERIOR (não confundir com Ego da Psicologia), Psique e Soma são nossa personalidade.

Compreender isso é iniciar a trilha através das vinte e oito dunas, a fim de beber a água e saciar a sede de saber.

Buscar isso é viver o ideal e iniciarmos o processo de sermos a melhor pessoa que podemos ser.

Anúncios
  1. alucinai
    18 de março de 2009 às 12:28 AM

    oioioi
    estou comm blog tb… conforme havia te falado…
    entra la depois…
    http://alucinai.wordpress.com/
    te indiquei pra falar sobre seis coisas e seis links… ve la depois no meu, qq duvida, pergunta!!!
    beijão, gu!!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: