Início > .Mosaico, Pilares > PILARES DA HUMANIDADE (parte I)

PILARES DA HUMANIDADE (parte I)

Boa tarde Senhores,

Há muito tempo eu venho enfrentando uma grande peleja com algumas pessoas por causa de Religião. Dizem por aí que política, futebol e religião não se discute, mas eu concordo apenas com um terço dessa afirmação. Certo que discutir futebol não é uma coisa muito elevada e não leva a lugar nenhum, mas quanto à política e religião isso se faz muito relativo. Quando estamos lidando com pessoas fanáticas e de visão limitada realmente não é algo muito sábio discutir esses dois assuntos, porém quando estamos a dialogar com pessoas pelo menos um pouco instruídas e sem apegos por visões limitadas, esse diálogo é algo nobre e enriquecedor.
A começar pelo fato de dialogar não ser apenas um bate boca “kamamanasico” e infrutífero. Dialogar é fazer encontro de Inteligências (Logos = inteligência => Diálogos, hãn hãn!! rs).
Os sábios de todos os tempos tinham esses dois assuntos como matéria bem específica em sua formação. Política e Religião são dois dos grandes pilares de qualquer civilização e, como tais, exercem seu papel de sustentação e manutenção da sociedade.
Se qualquer estrutura não tem pilares sólidos acabam por serem derrubados pelo mais breve dos ventos.
Minha grande discussão quanto á religião é exatamente pelo fato de ser um dos pilares mais decadentes da sociedade atual e ser encarado como algo maléfico ao que se dizem mais instruídos. Tenho visto um grande número de jovens que se auto-intitulam ateus por não acreditaram na imagem blasfemada e suja que fazem das diversas religiões e divindades e, o que mais me incomoda nesse aspecto é o fato desses jovens serem, em sua maioria, pessoas idealistas e de conhecimento acima da média. Jovens com potencial gigantesco que tomam certa implicância com as instituições usurpadoras e igrejas caça-níqueis e acham que isso é Religião. A principio, cerca de 95% (ou mais) das pessoas não tem a mínima idéia do que é a Religião de verdade e associam essa imagem suja ao pilar verdadeiro.
Dentro de um contexto filosófico, percebemos que a sociedade faz parte do indivíduo da mesma forma que o indivíduo faz parte da sociedade. É uma relação de troca, porém essa troca se faz cada vez mais desvalorizada. A sociedade está decadente, o individual está decadente e essa troca se faz de forma superficial e, ao meu ver, indigna. O homem não faz a mínima questão de ser o melhor que poderia ser e dá à sociedade a pior parte de si. A sociedade, manipuladora, dá ao homem sua ruína e ainda cobra por isso, não dando valor ao homem.
Vemos uma sociedade em ruínas e não paramos para olhar o porquê, quando na verdade é fácil perceber onde estão os erros e rachaduras desses pilares.
Mais quais são esses pilares?
Uma coisa que costumo fazer com freqüência é tentar aprender algo fazendo uma comparação entre as civilizações, sabedorias e culturas antigas em seus momentos mais brilhantes e iluminados e, se paramos pra buscar esses pilares sempre coincidimos nos mesmos pontos, a saber: Religião, Política, Arte e Ciência. E esses quatro pilares coincidem entre si em direção à Filosofia.
Todo indivíduo deve buscar englobar esses pilares a sua estrutura pessoal, internalizar e compreender os conhecimentos destes para que se tornem sabedoria verdadeira. Há de ser organizar e comparar os ensinamentos passa perceber sua essência, além dos rótulos e conceitos condicionados.

Os quatro pilares e o simbolismo das Pirâmides
Várias civilizações usavam a forma piramidal para expressar a busca pela sabedoria através desses quatro pilares, que também eram conhecidos como “vias do conhecimento”.
Analisando uma pirâmide de base quadrada, percebemos seus quatro lados coincidindo no seu ponto mais alto. Se olharmos pra cada um desses lados como uma via de conhecimento, temos a pirâmide como um símbolo perfeito de filosofia. O seu ponto mais alto, onde coincidem os lados, se encontra a Sabedoria. Um lado seria a Via Cientifica, outro a Via Artística, outro a Via Política e o outro a Via Religiosa.
Novamente fazendo um estudo comparativo, percebemos que os grandes sábios que se destacaram na história iniciavam sua busca pela sabedoria em uma dessas vias e fazia uma ascensão em espiral passando por todas as outras vias.
Como exemplo pode-se citar Jesus, que era um adepto da via religiosa, era também um grande político, de certa forma artista (carpintaria), e estudioso de ciências. Ou podemos citar Da Vince que iniciou sua trilha através da arte, era um homem profundamente religioso, um grande cientista e ainda exercia um belo papel político em sua sociedade.
Com Sócrates, Platão, Aristóteles, Buda, Krishna a história era a mesma. Iniciavam por uma via a tinham grande conhecimento das demais.
Nesse ponto percebemos, muito mais que coincidência, uma lei universal. Porém essas vias (pilares) devem estar livres de se tornarem ruínas. Destruir qualquer um desses pilares é destruir uma civilização inteira.
Brincando de comparar mais um pouco, vemos a natureza cíclica de todas as civilizações, onde se tem um belo momento de ascensão e logo após um período de queda e podemos identificar claramente onde cada uma delas começa a cair. Qual pilar é enfraquecido e derrubado.

Na Civilização Egípcia, por exemplo, vemos sua queda logo assim que a religião vira moeda de troca e jogo de interesses e sua política é abalada por invasões e traições.
A Grécia inicia seu momento de declínio com algumas invasões que abalam a Política.
Roma
começa a perceber seu fim com destruição de sua Arte.
Japão
começa a perder sua identidade quando o mau uso da Ciência começa a destruir seus valores filosóficos.
Outros exemplos nítidos são os Maias, Astecas, Incas, Hebreus, etc.
Sugiro que se alguém ainda tem dúvidas quanto a isso, pesquise alguns motivos de queda de alguma grande civilização e, se acharem algo diferente disso ficarei grato em receber essa informação.

No próximo texto, falarei um pouco mais aprofundadamente sobre cada pilar em particular. Até lá, sugiro que façam algumas pesquisas relacionadas.

Au revoir.

Anúncios
Categorias:.Mosaico, Pilares
  1. 30 de janeiro de 2010 às 12:53 PM

    Oi meu lindo adorei!!
    Foi vc que fez?
    Um beijão para vc!!!
    Estou morendo de saudades

  2. 30 de janeiro de 2010 às 12:55 PM

    oi agora e so para falar adorei seu blog:
    depois vou te mandar uma coisa.
    ok

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: